Foto: Ilustrativa
Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

Que a violência cresce assustadoramente na região do Subúrbio Ferroviário e em toda cidade de Salvador, isso ninguém mais tem dúvidas. Nesta sexta-feira (8) três pessoas foram mortas e uma vítima de tentativa de homicídio no mês de agosto, não resistiu e morreu. E o que mais chama atenção é que nenhuma atitude é tomada pelos órgãos competentes com o objetivo de mudar essa triste realidade.

Segundo informações Rafael Reis de Souza, 22 anos, foi morto na Rua São luiz, localizada no bairro de Paripe, por volta das 5h, deste sábado (8). Carlos André de Santana, 41 anos, foi morto na Avenida Afrânio Peixoto, mas conhecida como Avenida Suburbana, por volta das 5h37. Rejane Vieira Gomes da Silva, 42 anos, foi morta na Rua São Cristovão Barreto (próximo à residência da vítima) por volta das 0h10. E Marcos Vinicius Pinheiro Amorim dos Santos, 18 anos, que foi vítima de uma tentativa no dia 25 de agosto, às 14h, na Rua voluntário da Pátria, não resistiu e faleceu neste sábado por volta das 22h.

A autoria e motivação dos crimes estão sendo sendo investigadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *