Foto: Marcos Ribolli
Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

No jogo da taça, o decacampeão brasileiro Palmeiras bateu o já rebaixado Vitória por 3 a 2 e fez a festa da torcida em sua arena, na tarde deste domingo, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, o Palmeiras de Felipão se igualou ao Palmeiras de Cuca (2016) em pontos (80), ficando atrás apenas do Corinthians de 2015 em pontuação no Brasileirão com 20 clubes por pontos corridos. Já o Vitória termina de forma melancólica: na penúltima colocação, rebaixado para a Série B em 2019. Veja no vídeo os melhores momentos de Palmeiras 3 x 2 Vitória.

BOLSONARO ENTREGA TAÇA; OPOSITORES PROTESTAM
O presidente eleito Jair Bolsonaro chegou à arena do Palmeiras pouco antes das 15h, cercado por assessores e forte esquema de segurança, para assistir ao jogo, de camarote. Do lado de fora da arena, cartazes colados em postes protestavam contra a presença de Bolsonaro. As mensagens apócrifas acusam o presidente eleito de “oportunismo”, por já ter posado para fotos com camisas de diversos times do Brasil, como Botafogo, Vasco e Flamengo.

Antes do jogo, Bolsonaro foi ao vestiário do Palmeiras. Ao encontrá-lo, o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, o reverenciou prestando continência.

No final do jogo, Bolsonaro desceu ao gramado para fazer parte da festa – entregou medalhas aos jogadores e ajudou o capitão Bruno Henrique a levantar a taça de campeão. Na arquibancada, houve divisão entre apoiadores e críticos do político, incluindo algumas vaias.

RECORDE DE PÚBLICO
Com 41.256 torcedores (renda de R$ 3.514.618,30), o Palmeiras quebrou seu recorde de público na area. A marca pertencia ao jogo do título brasileiro de 2016, quando 40.986 torcedores assistiram à vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense (último jogo do time catarinense antes do desastre aéreo, dois dias depois).

OS GOLS DO JOGO
No confronto do ataque mais positivo contra a defesa mais vazada, o Palmeiras abriu o placar com um gol de zagueiro: Edu Dracena, aos 43 minutos do primeiro tempo, com assistência de Dudu. Na etapa final, Gustavo Scarpa ampliou aos 11. O Vitória iniciou sua reação com um gol de pênalti, marcado por Yago, aos 25. O empate veio dois minutos depois, com Luan. O Palmeiras chegou ao triunfo com um gol aos 44, marcado por Bruno Henrique, de fora da área.

Globo Esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *