O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

A polêmica em torno da vacina contra a Covid-19 segue no Brasil. Genro de Silvio Santos, Fábio Faria (PSD-RN) surpreendeu ao falar sobre as ideias do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a respeito da vacinação.

Inicialmente, em entrevista à Rádio Gaúcha, segundo o site O Antagonista, o ministro das Comunicações revelou que o governo brasileiro tem seringas “de sobra”. “Nós temos seringas de sobra. Se tiver 60 milhões de doses, teríamos 60 milhões de seringas”, comentou o deputado federal.

Em seguida, ele também garantiu que o Ministério da Saúde vai comprar as vacinas “de onde quer que seja” e enviar as doses aos governadores e prefeitos.

Porém, quando questionado na rádio sobre sua opinião pessoal sobre as vacinas contra a covid – já utilizado em vários países pelo mundo – o genro de Silvio Santos declarou: “Se a pessoa acredita na vacina, ela toma a vacina e está vacinada, e não fica preocupada se a outra pessoa não está vacinada. É isso que não entendo”.

Fábio Faria prosseguiu e afirmou: “Tem muita gente na minha família que não toma vacina e não vai tomar, tem que respeitar”. O deputado declarou que “o presidente está na rua e escuta o povo”, por isso, a vacinação não será obrigatória.

RD1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *