(Foto: Ciro De Luca/Reuters)
Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

A vitória da Juventus sobre o Frosinone por 2 a 0, neste sábado, no Benito Stirpe, veio na persistência. A equipe do técnico Massimiliano Allegri pressionou desde o início da partida, mas não vinha conseguindo superar a retranca dos donos da casa, que até armaram alguns bons contra-ataques no primeiro tempo, mas passaram a concentrar as forças apenas em se defender na etapa final. Apesar das dificuldades para furar o bloqueio defensivo, a Juve teve paciência e seguiu pressionando até o fim da partida – e acabou sendo coroada aos 35 minutos, quando Cristiano Ronaldo abriu o marcador. Aos 47, Bernardeschi ampliou, completando a festa bianconera. Isolada na liderança, com 15 pontos, a equipe segue com 100% de aproveitamento no Campeonato Italiano.

PRIMEIRO TEMPO
A Juventus iniciou a partida já tomando as rédeas do confronto. Com maior posse de bola, a equipe buscava construir as jogadas principalmente pelos lados do campo, com boa participação dos laterais Alex Sandro e Cuadrado. O Frosinone, por sua vez, buscava chances de surpreender a Velha Senhora em contra-ataques, mas não chegou a assustar os adversários. Foi a Juve que teve as melhores chances na partida, especialmente com Cristiano Ronaldo. A primeira logo aos 6 minutos, quando Mandzukic recebeu cruzamento de Cuadrado e escorou de cabeça. Cristiano ficou com a sobra e tocou para o gol, mas o goleiro Sportiello deu um tapa na bola e a defesa do Frosinone cortou quase em cima da linha. Aos 19, novamente depois de cruzamento de Cuadrado, defesa cortou e a sobra ficou com CR7, que chutou no canto direito de Sportiello, mas goleiro estava ligado e caiu para fazer a defesa.

SEGUNDO TEMPO
Na última etapa, a partida tomou ares de jogo de gato contra rato. A Velha Senhora seguiu pressionando ainda mais o Frosinone, que praticamente deixou de lado as tentativas de contra-ataque para focar em não sofrer gol dos visitantes. Os donos da casa conseguiram cumprir essa missão até os 35 minutos do segundo tempo, quando Pjanic arriscou de dentro da área, Cristiano Ronaldo aproveitou sobra e, de canhota, colocou a bola para dentro do gol. Após abrir o placar, a Juve respirou aliviada e acabou desmontando a retranca do Frosinone, tanto que, aos 47, Cristiano Ronaldo armou contra-ataque e tenta passe para Pjanic, a defesa tenta o corte, mas bola fica com o camisa encontrou Pjanic – após bobeira da defesa -, que carregou e cruzou para Bernardeschi limpar o marcador, marcar e fechar o placar para a Velha Senhora.

Fonte: Globo Esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *