Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

A adolescente Emile Moreira dos Santos, de 13 anos, morreu na madrugada de sábado, 7) no Hospital do Subúrbio, em Salvador, minutos após ser encontrada caída com sinais de espancamento, na rua da Prefeitura, em Periperi. Ela foi levada ao hospital por policiais da 18ª CIPM (Mirantes de Periperi).

Familiares da garota contaram que ela saiu de casa, na rua do Cruzeiro, em Praia Grande, por volta das 21h de sexta-feira, 6, após dois amigos a chamarem. “A mãe e o padrasto ainda pediram para ela não sair. Ela era muito rebelde e respondeu à mãe: ‘vou mesmo porque você não manda na minha vida’. Deram pauladas nela”, relatou a parente.

Eles acreditam que a menina tenha sido atraída para uma emboscada, pois as duas pessoas que estavam com ela não foram mais vistas. “Uma menina e um menino chegaram lá na casa dela a chamando. Emile era muito rebelde, se envolvia com coisa errada, não ouvia ninguém”, completou a mulher.

Violência sexual

Segundo a parente, Emile foi estuprada aos 12 anos e, desde então, ficou revoltada. “Ela estava recebendo acompanhamento psicológico, saiu até da escola. Ela era a caçula, tem três irmãos”, disse a tia.

Até esta segunda, 9, nenhum suspeito havia sido identificado ou preso. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios.

Andrezza Moura – Jornal Atarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *